Erica Santoro

Todas as terças-feiras nós deixamos nossas casas e partimos para nossa terapia em grupo. São quase 5 meses de um trabalho intenso. Mais que preparar novos pratos, eu aprendi pequenos detalhes que mudaram minha forma de cozinhar: aromas, cuidados, cortes, sabores, mais respeito com os alimentos... Rubens De Barcelos Gonçalves, Stela Marcia Cosenzo, Bia e nossa amada Jucelia Quirino, não mediram esforços, generosidade e paciência com nossa turma.

Rubinho apenas não nos avisou que o contrato não previa laços afetivos e criamos uma rede de glúten de dar inveja em qualquer Chef. Fizemos uma dupla de quatro pessoas 💗 Cláudia Colleta Vianna, Van Gonzalez, Nelson Fávero e eu - os melhores cozinheiros, segundo o Zé Vicente! Rimos alto com o Zé e o Oscar trocando os ingredientes das receitas; não desvendamos o mistério de todas as sobremesas do Afonso (todas eram dele); ganhamos fotos lindas feitas pela Sandra e pelo Caio; fomos brindados com uma colherada de generosidade cada vez que precisamos da ajuda do Gustavo; eu ganhei um sócio para uma Pâtisserie na nossa cidade, o Paulo; aprendemos novas receitas com o Guilherme Colorado e o Vitor e, sobretudo, nos fizemos amigos. Muito mais que técnicas, aprendemos sobre pessoas.

Acredito que os afetos são construídos e constituídos de muitos "mises en place", boleamentos, cortes, erros de receitas e medidas exatas (ou não) que transformam todos nós. O final está chegando e fizemos uma bonita caminhada. Rubinho e Bia, nossos chefs queridos, Stela e Ju, nossos braços e corações, Gustavo, Paulo, Zé Vicente, Sandra, Caio, Van, Claúdia, Nelson, Afonso e Guilherme, que nossas receitas e trajetórias tenham sempre a marca desses afetos. Grata pelos dias caminhados ao lado de vocês.
Fica o convite, para os amigos, para a nova turma que começa em agosto.